Seja bem-vindo! PRESTIGIE NOSSOS ANUNCIANTES. CONHEÇA OS PRODUTOS E SERVIÇOS OFERECIDOS!

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Dores na coluna ocorre devido a sobrecarga e má postura

Clínica de Massagem Terapêutica e Desportiva em São José (SC) - "Mãos que Curam"
Especialistas afirmam que uma em cada duas pessoas tem ou terá problemas nas costas que irão atrapalhar as atividades do dia a dia.

"As principais dores na coluna lombar são causadas por sobrecarga mecânica e má postura", explica o ortopedista Arnaldo José Hernandez, chefe do Grupo de Medicina do Esporte e Cirurgia do Joelho do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas (HC) da Universidade de São Paulo (USP). Os primeiros sinais são sutis e surgem como dorzinhas suportáveis. Porém, podem se intensificar, irradiar pela perna, causando grande desconforto, e terminar com inflamação nos músculos, provocando a sensação de "travamento".

À exceção dos casos de pessoas com propensão genética, as doenças da coluna são comuns em sedentários, obesos e em quem permanece muito tempo em uma mesma posição - sentado ou em pé. Sem força, a musculatura da cintura e as articulações não suportam o impacto do corpo com o chão e inflamam. "Posturas viciosas, desequilíbrio muscular e falta de uso da musculatura abdominal causam dores nas costas", diz Gerceli Angeli, diretora do Centro de Medicina de Atividade Física e do Esporte da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

As crises são tratadas com uso de medicamento e repouso. Mas, como alerta Gerceli, o tratamento é para sempre e deve ser feito com exercícios de correção postural e fortalecimento da musculatura e alongamento.

Autor do livro "O segredo da coluna saudável" (Editora Gaya), o quiropraxista Jason Gilbert estimula seus pacientes a manter atividades físicas regulares e a aprender a sentar, dormir, levantar e caminhar de maneira correta. "A caminhada já ajuda a fortalecer os músculos e adiar as crises".

Vice-presidente do Comitê de Coluna da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Sérgio Zylbersztejn lembra que é preciso consultar um especialista quando as dores não cessam. "Algumas doenças impactam na coluna, mas não estão relacionadas, como gota e problemas renais". As informações são do Jornal da Tarde.


                                 WhatsApp: (48) 8468-7452





Nenhum comentário:

Postar um comentário