Seja bem-vindo! PRESTIGIE NOSSOS ANUNCIANTES. CONHEÇA OS PRODUTOS E SERVIÇOS OFERECIDOS!

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Dormir menos de 5 horas de sono prejudica a memória e o raciocínio fica lento


Não cuidar direito do seu sono desgasta seu corpo de várias maneiras: piora sua função cognitiva, diminui seu tempo de reação e torna o aprendizado mais difícil. Isto já são consequências o suficiente sem acrescentar a esta conta os resultados de um estudo recente, publicado na revista “Psychological Science”. A pesquisa constatou que a privação de sono está ligada a memórias falsas.
Entre as 193 pessoas testadas, aquelas que tiveram 5 ou menos horas de sono em apenas uma noite foram significativamente mais propensas a dizer que tinha visto um vídeo de uma reportagem quando, na verdade, não tinham o assistido.
Há mais coisas em jogo do que apenas sonhar acordado. De acordo com os autores do estudo, acredita-se que falsas memórias na forma de erros de identificação de testemunhas oculares são a causa número um de condenações injustas nos EUA. Isto demonstra que a privação do sono pode ter consequências para além do âmbito de sua própria saúde.
“Nossos resultados também sugerem que a privação total de sono pode não ser necessária para elevar [o número] de memórias falsas”, escrevem no artigo. Perder apenas algumas horas de sono já pode ser suficiente para levar uma pessoa a sonhar com fatos enquanto está desperta.
O estudo também descobriu que estudantes eram mais propensos a sugestões falsas dos pesquisadores quando não tinham dormido mais de cinco horas. Eles incluíram essas sugestões em suas respostas 38% das vezes, enquanto o grupo que tinha dormido o suficiente o fez apenas 28% das vezes. Segundo os autores, isto acontece provavelmente porque a privação de sono leva a problemas para codificar novas informações. [Revista Ciência Psicológica]

Nenhum comentário:

Postar um comentário