Seja bem-vindo! PRESTIGIE NOSSOS ANUNCIANTES. CONHEÇA OS PRODUTOS E SERVIÇOS OFERECIDOS!

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Horário de Verão Altera Ciclos Biológicos e traz muitos problemas






Fuso de 1 hora imposto à população agride relógio biológico

Horário de Verão Altera Ciclos Biológicos

 

Conheça o problema para melhor contorná-lo

Eu gosto do fato que os dias escurecem mais tarde no verão, e mais tarde ainda quando adiantamos os relógios em uma hora por força da Lei do assim chamado horário de verão. Tudo parece mais alegre, o dia parece render mais. Você também não acha?

Porém esse adiantamento súbito dos relógios em 1 hora pode aumentar nossa carga de stress, diminuir nosso sono e prejudicar nossa saúde.

Ao mesmo tempo, estudos mostram que o alegado benefício de economia de energia não acontece por conta do horário de verão. 
Análise publicada no The New England Journal of Medicine (Vol 359, págs.1966 a1968) já demonstrou o aumento de 5% (um aumento imenso), nos ataques cardíacos (infartos do miocárdio) na população como um todo, na primeira semana do horário de verão. Quanto se gasta de dinheiro público com os tratamentos, afastamentos e aposentadorias provocadas por esse aumento?
Implantar um fuso horário de 1 hora em toda população é uma agressão ao relógio biológico. Os ritmos e ciclos biológicos, principalmente o sono e a alimentação, determinam em grande parte nossa saúde e bem-estar. A maioria de nós, por força dos estudos e/ou trabalho, já é obrigada a empurrar os limites desses ritmos ao extremo, indo de regra dormir mais tarde e acordando mais cedo do que seria seguro e recomendável. Com o horário de verão, o indivíduo que normalmente acorda às 06:30 da manhã passa a acordar às 05:30 – sim, pois embora o relógio mecânico marque 06:30, o relógio biológico marca 05:30. O sono foi cortado em 1 hora. Justamente aquela última hora em que o sono é mais gostoso e rico em sonhos memoráveis para a maioria de nós. Acordamos mais cansados, porém o trabalho e a escola não perdoam. Aumenta o stress, aumenta a sonolência durante o dia, aumenta a probabilidade de acidentes causados pela sonolência, diminui a produtividade, altera-se o humor. Aumenta o número de crises de enxaqueca e outras doenças cujas exacerbações podem ocorrer mediante saídas da rotina.
Quanto custa tudo isso aos cofres públicos e aos nossos próprios bolsos?
Sim, é verdade que existe um processo de aclimatização após cerca de 1 semana, quando a maioria de nós (mas não todos), idealmente, consegue se adaptar ao fuso horário. Mas o custo dessa 1 semana pode ser imenso, em termos populacionais. E como é possível medi-lo, se não se consegue nem mesmo comprovar algo tão objetivo quanto a economia de energia elétrica no país? Tudo o que se alega e divulga no tocante à economia de energia são estimativas, sem real comprovação científica




Vico Massagista em São José SC  -  (48) 3094-5746  -  Massagem Massoterapia Quiropraxia Acupuntura


                                                                                                     


Nenhum comentário:

Postar um comentário